Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Violência afeta turismo no Rio de Janeiro

Cidade brasileira perdeu mais de 235 mil euros em 2017.
Lusa 19 de Maio de 2018 às 04:20
Copacabana, Rio de Janeiro
Copacabana, Rio de Janeiro
Copacabana, Rio de Janeiro
Copacabana, Rio de Janeiro
Copacabana, Rio de Janeiro
Copacabana, Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro perdeu cerca de 277.777 dólares (235.653 euros) em receitas de turismo no ano passado devido à onda de violência que assola a cidade brasileira, anunciaram este sábado fontes do setor.

Um estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), os impactos negativos da violência durante 2017 levou a uma quebra do setor.

A onda de violência, que assola o Rio desde os Jogos Olímpicos de 2016, agravou-se em 2017, tendo alcançado o seu pico este ano, o que levou o Presidente Michel Temer a decretar no passado dia 16 de fevereiro intervenção federal, o que concedeu ao exército o controlo da ordem pública.

Segundo Fabio Bentes, chefe do departamento económico da CNC, o segmento de serviços, nomeadamente o turismo, ainda não conseguiu superar a crise económica que teve início em 2014.

O responsável adiantou que, após uma queda de 6% das receitas no ano passado, o turismo deverá enfrentar uma nova redução este ano, na ordem dos 4%.

De acordo com Bentes, desde 2015 até fevereiro último, a quebra das receitas do turismo no Brasil totaliza 157.000 milhões de reais (cerca de 43.611 milhões de dólares ou 36.997 milhões de euros) e as expectativas apontam para que a recuperação continue lenta".

Ou seja, "a este ritmo, o setor turístico só vai poder superar a atual situação em 2020", concluiu o economista.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)