Rosa Grilo conta que foi sequestrada com o marido antes de o matarem

Viúva do triatleta diz que este foi morto com dois tiros na cabeça.
17.10.18
O triatleta Luís Grilo terá sido assassinado na cozinha da própria casa no dia 16 de Julho, garante a viúva, Rosa Grilo, que está atualmente detida preventivamente por suspeitas de ter matado o marido. Esta versão do crime terá sido contada pela própria ao jornalista Hernâni Carvalho, que a revelou esta quarta-feira no seu programa da SIC.

Segundo o relato, Rosa afirma ter sido ameaçada para simular o desaparecimento da vítima por dois angolanos que entraram no lar do casal. A viúva diz ainda que estes balearam o marido na cabeça, que lhe caiu no colo, enquanto a mulher estava amarrada a uma cadeira.

Segundo Rosa Grilo, o casal estava em casa, em Cachoeiras, em Vila Franca de Xira quando bateram à porta dois angolanos e "um indivíduo branco". O triatleta terá aberto a porta e os três homens terão perguntado pelas "encomendas". Rosa diz ter pensado imediatamente nos diamantes que o marido tinha trazido de Angola havia oito anos. Luís Grilo estaria a receber telefonemas com ameaças, segundo a viúva. Terão sido esses telefonemas que levara Rosa a roubar a arma da casa do amante, António Félix Joaquim, também ele em prisão preventiva por suspeitas de ter sido co-autor da morte do homem.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!