Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Rússia acusa ONU de "falta de objetividade total"

Relatório fala em "deterioração alarmante".
16 de Maio de 2014 às 11:16

A Rússia acusou hoje a ONU de "falta de objetividade total" no relatório que alerta para uma "deterioração alarmante" dos direitos humanos no leste da Ucrânia.

"A falta de objetividade total, as contradições revoltantes e a utilização de dois pesos e duas medidas não deixam dúvidas de que os autores (do relatório) cumpriram uma orientação política para 'branquear' as autoridades autoproclamadas de Kiev", afirmou o porta-voz da diplomacia russa, Alexandr Lukachevich, num comunicado.

No relatório, divulgado hoje em Kiev, a comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, alerta para uma "deterioração alarmante" dos direitos humanos no leste da Ucrânia, onde o exército combate uma revolução lançada por separatistas pró-Rússia, e manifesta preocupação pelos "sérios problemas" de perseguição e intimidação contra os tártaros na Crimeia, anexada pela Rússia em março.

Rússia Ucrânia ONU relatório
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)