Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

SAÍDA DO EPL NÃO É ABSOLVIÇÃO

Pedro Namora e Adelino Granja coincidem nos comentários sobre a alteração da medida de coacção imposta a Carlos Cruz: o acórdão do Tribunal da Relação apenas se refere à medida de coacção aplicada, não se pronunciando sobre a eventual culpabilidade do antigo apresentador de televisão.
5 de Maio de 2004 às 01:40
“Limito-me a esperar que esta decisão seja para se cumprir efectivamente e que o Estado português execute a sua função de verificar se o arguido cumpre a medida de coacção que lhe foi aplicada”, disse Namora.
Já Adelino Granja, disse que isto “foi apenas a alteração de uma medida de coacção, não se alterando qualquer matéria quanto ao centro de todo o processo. As presumíveis vítimas não terão que ficar perturbadas com o normal desenrolar do processo”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)