Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Salvador encanta pais a "espalhar sorrisos"

Familiaridade entre população de Ceira e contacto com a natureza são vantagens para crianças
27 de Outubro de 2013 às 09:05
Sara Matos e Nuno Lopes estão radiantes com o Salvador que dá noites muito calmas
Sara Matos e Nuno Lopes estão radiantes com o Salvador que dá noites muito calmas

Com o nascimento do Salvador a família Lopes vive dias felizes. "Tem sido uma experiência muito gratificante. Ambos temos sobrinhos, que vimos crescer, mas o Salvador constitui uma experiência muito diferente", explica Nuno Lopes, o pai do bebé que nasceu no dia 1 de agosto.

Salvador Marta Ferreira Lopes é o primeiro filho de Sara Matos, de 33 anos, e Nuno Lopes, de 36, residentes em Vila Nova do Ceira, no concelho de Góis. "Até agora o bebé tem sido muito calminho. É tranquilo e passa as noites praticamente completas a dormir", destaca Sara Marta, ajudante técnica de farmácia, consciente das dificuldades de tratar um bebé nas primeiras semanas de vida. E ainda mais quando é o primeiro filho e todos os problemas são novos. "O Salvador já começa a conhecer-nos e a espalhar sorrisos. É uma maravilha", adianta Nuno Lopes, numa observação de pai babado.

Entre Lousã e a Pampilhosa da Serra, o concelho de Góis é visto pelos pais como o local ideal para o Salvador crescer. "Vivemos em Vila Nova do Ceira que tem cerca de 1500 habitantes. Aqui as pessoas conhecem-se todas, há um contacto grande com a natureza e o sítio é calmo. É bom viver em Góis", salienta o pai , responsável de uma empresa de alumínios.

No concelho Góis foram registados este ano só 14 bebés, mas Nuno Lopes tem um ponto de vista otimista: "Noto que há cada vez mais bebés. Temos um incentivo à natalidade, disponibilizado pelo município e as infraestruturas necessárias para aqui crescerem".

A crise tem levado mais jovens a procurar o interior do País e a apostar em negócios próprios. "Muitos jovens estão a optar por regressar a Góis e às suas origens. Principalmente pessoas que viviam em Lisboa. Acabam por ter aqui casa, um terreno para cultivar, o que ajuda nas despesas ao fim do mês. Com estes regressos penso que a natalidade no concelho aumentará ainda mais", conclui Nuno Lopes.

GÓIS CEIRA SARA MATOS NUNO LOPES BEBÉ
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)