Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Samsung perde 3 mil milhões com Galaxy Note 7

Smartphone "explosivo" arruinou as contas do gigante sul-coreano.
14 de Outubro de 2016 às 08:10
O smartphone Galaxy Note 7
O smartphone Galaxy Note 7 FOTO: Reuters
A Samsung divulgou esta sexta-feira uma estimativa de perdas superiores a três mil milhões de dólares (2,7 mil milhões de euros) nos próximos dois trimestres, devido aos problemas com o 'smartphone' Galaxy Note 7.

"O impacto negativo está estimado em cerca de dois biliões (milhão de milhões) de won (2,2 mil milhões de dólares) no quarto trimestre de 2016 e aproximadamente um bilião de won no primeiro trimestre de 2017", detalhou o conglomerado de eletrónica sul-coreano, em comunicado.

Na terça-feira, a Samsung suspendeu a produção do Galaxy Note 7, parou as vendas do modelo em todo o mundo, e pediu aos utilizadores para não usarem o dispositivo lançado há apenas dois meses no mercado.

A decisão do gigante tecnológico sul-coreano foi uma tentativa de travar uma bola de neve que não tem parado de crescer desde o alerta recente do regulador norte-americano dos consumidores para o perigo potencial para os consumidores, famílias e respetivos lares provocado pelo Note 7.

Os clientes do Note 7 em todo o mundo vão poder reaver o dinheiro dos aparelhos ou reinvesti-lo na aquisição de quaisquer outros modelos da empresa.

A Samsung recolheu há pouco mais de um mês 2,5 milhões unidades do Note 7 em dez mercados em todo o mundo, numa reação a queixas dos consumidores de que a bateria de íon-lítio explodia quando recarregava.
Samsung economia negócios e finanças Galaxy Note 7
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)