Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Saúde perde 1,5 mil milhões de euros em 3 anos

Cortes na despesa não afetaram as estatísticas oficiais no Serviço Nacional de Saúde.
11 de Maio de 2014 às 12:21

As reduções de investimento do Governo na Saúde, nomeadamente em custos com transporte de doentes, exames de diagnóstico e terapêutica, horas extraordinárias e medicamentos, ainda não tiveram efeitos graves no Serviço Nacional de Saúde (SNS), refere o jornal Público. Porém, o diário explica que vai ser preciso tempo para avaliar o impacto da crise na Saúde.

O corte de um terço da despesa com transporte de doentes não urgentes era uma das medidas previstas no Memorando de Entendimento assinado com a 'troika'. Com a revisão das regras de comparticipação destes doentes, entre outras medidas, a despesa no SNS diminuiu 36,8%, tendo o Estado poupado 54,9 milhões de euros, segundo dadops do Ministério da Saúde

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)