Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

SEF desmente pista de Lisboa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em comunicado divulgado esta quinta-feira, desmentiu haver "qualquer nexo de causa/efeito" entre os atentados em Londres e a operação lançada esta semana em Portugal contra "uma rede que se dedicava à falsificação de documentos, designadamente bilhetes de identidade e passaportes portugueses".
14 de Julho de 2005 às 13:18
António Costa também veio a público garantir não haver relação entre a operação em Portugal e os atentados em Londres
António Costa também veio a público garantir não haver relação entre a operação em Portugal e os atentados em Londres FOTO: arquivo cm
Em Coimbra, o ministro de Estado e da Administração Interna, António Costa, declarou também aos microfones da Rádio TSF que - e citamos - "não está estabelecida qualquer conexão entre esta operação e os atentados em Londres".
O SEF explica que a investigação que deu origem à chamada Operação Quibir foi iniciada no Outono do ano passado e que a operação em si já estava planeada antes de 7 de Julho, dia dos antentados em Londres. O objectivo foi desmantelar uma rede que se dedicava à falsificação de bilhetes de identidade e passaportes portugeses para uso - segundo o comunicado - de "imigrantes clandestinos em Portugal e noutros países da União Europeia, em particular de nacionalidade brasileira, chinesa, indiana e paquistanesa".
A operação decorreu entre domingo e terça-feira, envolveu 62 inspectores do SEF, que executaram 33 mandados de busca em Lisboa e arredores e detiveram 11 suspeitos: 5 portugueses, 2 indianos, 1 angolano, 1 congolês, 1 moçambicano e 1 paquistanês. Estes indivíduos são suspeitos também de "auxílio à imigração ilegal".
De acordo com o SEF, outros oito suspeitos foram constituídos arguidos - 7 portugueses e 1 paquistanês - juntando-se aos restantes oito suspeitos - 6 brasileiros e 2 ingleses - que já estavam constituídos arguidos no âmbito da mesma investigação.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)