Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Seleccionador alemão diz que Espanha é favorita

O seleccionador da Alemanha afirmou em entrevista ao jornal francês 'L'Équipe' que considera a Espanha favorita a vencer o Euro'2012, por culpa do Barcelona, "uma mescla de talento e modéstia dos seus jogadores".
26 de Maio de 2012 às 13:57
Joachim Löw afasta pressão da sua Mannschaft
Joachim Löw afasta pressão da sua Mannschaft FOTO: Ina Fassbender/Reuters

"Se há um favorito [a ganhar o Europeu] é a Espanha, porque é campeã do Mundo e da Europa, mas também porque a sua selecção está essencialmente formada por jogadores do Barcelona e do Real Madrid. É, sem dúvida, a melhor equipa dos últimos anos", disse Joachim Löw.

O técnico da Mannschaft nem sequer acredita em problemas devido ao cansaço: "Já o mostraram em 2010. Não me parece que jogadores como Iniesta ou Xavi sofram. Mostram sempre um incrível prazer em jogar, parece sempre que estão a jogar o primeiro jogo."

A Alemanha, primeiro adversário de Portugal no Euro'2012 (a 9 de Junho, em Lviv), é, agora, uma equipa diferente, mais ofensiva, por culpa da Espanha ou mais precisamente do 'Barça', que encerrou sexta-feira a "era Guardiola" com 14 títulos em quatro anos.

"Não se pode jogar bem e comportar-se mal. (...) Encanta-me o exemplo do Barcelona, a mescla de talento e modéstia dos seus jogadores. A simplicidade e o respeito pelos outros são primordiais. Então, todo o povo se identifica com a equipa. Ganhar não basta", frisou Löw.

O seleccionador germânico não tem dúvidas: "Só as equipas que apostam no jogo bonito podem impor-se de forma duradoura. (...) Actualmente, não se pode ganhar um torneio simplesmente com uma boa defesa e algumas individualidades. O futebol evoluiu."

"Não inventei nada", disse Löw, admitindo que se baseou no exemplo dos catalães: "O Barcelona é a equipa melhor organizada porque todas as zonas do campo estão ocupadas todo o tempo. Têm Lionel Messi, mas, colectivamente, estão por cima", frisou.

A finalizar, Löw afirmou que - sem chegarem ao nível de Lionel Messi - Mesut Özil, Lukas Podolski ou Thomas Müller, "têm também a capacidade individual para mudar o rumo de um jogo".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)