Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Serviços Prisionais: Referência a "rutura iminente" nas cadeias é "desadequada"

Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais adianta que solicitou junto da tutela a abertura de um concurso para admissão de 400 novos elementos para o corpo da guarda prisional.
6 de Agosto de 2014 às 19:24

A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais considerou esta quarta-feira "absolutamente desadequada a referência de rutura iminente" dos serviços prisionais, avançando que as situações de violência nas cadeias são "episódicas, isoladas e imediatamente solucionadas".

A resposta enviada à agência Lusa pela Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) surge após a Associação Sindical de Chefias do Corpo da Guarda Prisional (ASCCGP) ter alertado para uma "rutura iminente" nas cadeias portuguesas devido à falta de guardas, sobrelotação, situações de violência entre reclusos, insegurança e "péssimas" condições de habitabilidade.

Segurança Serviços Prisionais referência rutura iminente cadeias desadequada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)