Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Sindicato denuncia falta de pessoal nas urgências básicas do Algarve

Segundo o sindicato, a ARS/Algarve e o Centro Hospitalar do Algarve (CHA) terão argumentado que este seria um processo transitório.

24 de Maio de 2014 às 13:20

O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul responsabilizou este sábado o ministro da Saúde e os responsáveis regionais da saúde pela degradação dos serviços na região, denunciando a falta de pessoal nos Serviços de Urgência Básica (SUB).

Em comunicado, a delegação de Faro daquele sindicato refere que os serviços do pessoal auxiliar e administrativo dos SUB, instalados nos centros de saúde, são garantidos com recurso a trabalho extraordinário de trabalhadores do Centro Hospitalar do Algarve, o que coloca em risco o funcionamento, já que são "centenas de horas que não são cobertas pela escala".

Sindicato falta pessoal urgências Algarve
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)