Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Mais de 20 mil docentes "ultrapassados nos concursos"

Concursos de professores revelam a "injustiça" da 'norma-travão' na vinculação de professores contratados aos quadros
Lusa 21 de Abril de 2015 às 20:49
João Dias da Silva
João Dias da Silva FOTO: Vítor Mota

As duas federações sindicais da Educação afirmaram esta terça-feira que as listas provisórias dos concursos de professores revelam a "injustiça" da 'norma-travão' na vinculação de professores contratados aos quadros e que mais de 20 mil docentes foram ultrapassados.

"Com a divulgação da lista graduada de candidatos aos concursos de docentes para 2015/2016, fica provado o que a FNE [Federação Nacional de Educação] sempre denunciou, isto é, que a designada 'norma-travão', em vez de resolver as questões de injustiça, vem antes agravá-las. Com efeito, o que se prepara para acontecer é que nem um milhar de docentes será integrado nos quadros a partir de 1 de setembro de 2015", lê-se num comunicado desta estrutura sindical hoje divulgado.

O secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, em declarações à Lusa, referiu que "serão pouco mais de 800" os docentes contratados que serão vinculados aos quadros do ministério ao abrigo da 'norma-travão' (que vincula, obrigatoriamente, os professores que cumpram cinco contratos sucessivos, anuais e completos), e que concorriam às vagas em primeira prioridade.

docentes concursos listas provisórias 'norma-travão' candidatos aos concursos de docentes
Ver comentários