Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Síndrome Respiratória do Médio Oriente já matou 160 pessoas na Arábia Saudita

O coronavírus do MERS provoca uma infeção pulmonar e os afetados sofrem de febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo por enquanto tratamento preventivo para a doença.

16 de Maio de 2014 às 19:56

As autoridades sanitárias da Arábia Saudita estimam em 160 o número de morte por Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS) naquele país desde 2012.

No seu boletim médico diário, o Ministério da Saúde da Arábia Saudita indicou na quinta-feira que uma mulher de 72 anos, outra de 54 e um homem de 63 anos morreram vítimas do coronavírus do MERS, considerado uma variante mais mortal mas menos contagiosa, do vírus responsável pela Síndroma Respiratória Aguda Severa, que em 2008 fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

Síndrome Respiratória do Médio Oriente matou pessoas Arábia Saudita
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)