Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Sintra: Reclusos limpam matas

Cerca de 75 reclusos do Estabelecimento Prisional de Sintra (EPS) vão exercer tarefas de protecção e preservação de florestas, “preparando-se para uma nova vida em liberdade com responsabilidade”, anunciou o ministro da Justiça.
4 de Junho de 2007 às 19:53
Alberto Costa esteve na assinatura do acordo
Alberto Costa esteve na assinatura do acordo FOTO: d.r.
A participação dos reclusos foi esta segunda-feira formalizada num protocolo assinado entra a Parques Sintra – Monte da Lua e a Direcção dos Serviços Prisionais, prevendo que a ocupação seja remunerada pelo prazo de um ano. “A iniciativa pretende mobilizar os reclusos para que participem no combate aos incêndios, nomeadamente na limpeza florestal”, afirmou Alberto Costa.
O ministro enalteceu estes programas e salientou que pretende rever a legislação no sentido de permitir que o regime aberto seja mais “amplo”.
Rui Pereira, ministro da Administração Interna, destacou o “esforço do Governo na reintegração social dos reclusos” e qualificou a protecção da floresta como uma “forma nobre” para que os detidos estejam ocupados.
Às vozes dos dois ministros, juntou-se ainda a de Nunes Correia, ministro do Ambiente, que afirmou que a “sociedade tem obrigação de dar novas oportunidades” aos reclusos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)