Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Síria: Militares dos EUA chegam a Kobane

Norte-americanos vão formar combatentes anti-Daesh.
Lusa 26 de Novembro de 2015 às 23:38
EUA, Síria, luta, Estado Islâmico, Mustapha Abdi, distúrbios, guerras e conflitos, política
EUA, Síria, luta, Estado Islâmico, Mustapha Abdi, distúrbios, guerras e conflitos, política FOTO: EPA

Soldados das forças especiais dos EUA chegaram a Kobane, na Síria, para treinar e assistir os combatentes curdos na sua luta contra o Daesh, confirmaram esta quinta-feira várias fontes sírias.

Este é a primeira deslocação oficial do género neste país em guerra.

Uma fonte das Unidades de Proteção do Povo Curdo, principal milícia curda síria, um ativista em Kobane, Mustapha Abdi, e o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), anunciaram a chegada de algumas dezenas de militares que, segundo Washington, vão ter um papel não-combatente de aconselhamento.

A sua missão vai ser a "planificar" ofensivas contra Jarablus e Raqa, as cidades do norte da Síria que estão nas mãos do Daesh.

Segundo o ativista Mustapha Abdi, os militares entraram em Kobane "nas últimas horas", mas o OSDH afirmou que tinham chegado "nos últimos dois dias", em dois grupos, vindos da Turquia e do Curdistão iraquiano.

Uma trintena está "atualmente em Kobane (norte) e os outros na província de Hassake", mais a leste, seguindo o ISDH. "Devem juntar-se em Kobane para treinar as Forças Democráticas da Síria (FDS)", integrada por fações árabes e curdas e ainda por cristãos siríacos.

EUA Síria luta Daesh Mustapha Abdi distúrbios guerras e conflitos política
Ver comentários