Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

“Só não morreu por acaso”

"Não sei que qualidade de vida vai ter a minha mãe depois disto. Tem os braços desfeitos e graves ferimentos na cabeça." Vítor Teixeira comenta assim o estado em que ficou a mãe, Lucília Silva, de 74 anos, atacada na noite de sexta-feira por dois cães pitbull no bairro da Quinta do Cabrinha, em Lisboa.
28 de Dezembro de 2008 às 00:01
Lucília está no hospital. Vizinhos mostram revolta
Lucília está no hospital. Vizinhos mostram revolta FOTO: Tiago Sousa Dias

A idosa não corre no entanto risco de vida. 'Ela já tinha sido atacada três vezes pelos cães, mas nunca quis apresentar queixa porque não queria problemas com a vizinhança', conta Vítor Teixeira.

Na sexta-feira, Lucília foi ao apartamento do casal dono dos cães pelas 21h30 para lhes oferecer chocolates. Mal a porta se abriu, foi atacada: 'Só não morreu por acaso', diz o filho.

Os vizinhos queixam-se do perigo: 'É preciso fazer um abaixo-assinado para tirar estes animais daqui', diz Ana Isabel, da colectividade Águias Recreativo Clube. A família ainda está ponderar se vai apresentar queixa contra os donos dos cães, levados na sexta-feira para o canil municipal. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)