Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Sócia de Robert Murat ouvida pela PJ

A sócia alemã do britânico Robert Murat, o único arguido no âmbito das investigações do caso Madeleine McCann, a menina inglesa desaparecida há 20 dias no Algarve, e o seu marido foram ouvidos esta quarta-feira pela Polícia Judiciária de Portimão, tendo abandonado as instalações da PJ por volta das 15h30.
23 de Maio de 2007 às 16:05
Sócia de Robert Murat ouvida pela PJ
Sócia de Robert Murat ouvida pela PJ FOTO: d.r.
De acordo com uma fonte policial, PJ chamou também para ser ouvido o marido de Michaela Walczuch, Luís António, um cidadão português que fez durante anos a manutenção dos jardins e da piscina do aldeamento Ocean Club, de onde a pequena Maddie desapareceu, e da vivenda da mãe de Murat.
Esta não é a primeira vez que Michaela Walczuch e o marido foram interrogados no âmbito deste processo. No passado dia 14, data em que Murat foi constituído arguido, foram ouvidos nas mesmas instalações da PJ em Portimão na qualidade de testemunhas.
PEREGRINOS REZAM COM CASAL MCCANN
Esta manhã, cerca de um milhar de peregrinos rezou o terço na Capelinha das Aparições, no Santuário de Fátima, na companhia de Gerry e Kate McCann num momento emotivo de solidariedade para com o casal britânico.
A oração, que teve início ao meio-dia, foi presidida pelo reitor do santuário, Luciano Guerra, que pediu aos peregrinos que encheram a Capelinha para rezarem com o casal, numa oração que foi também dedicada às famílias em geral.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)