Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Sócrates admite que errou na cultura

O primeiro-ministro, José Sócrates, reconheceu esta quarta-feira que um erro cometido pelo seu Governo foi não ter investido de forma volumosa na cultura, tal como foi feito na área da ciência.
17 de Junho de 2009 às 19:45
Sócrates assumiu um único erro na sua legislatura
Sócrates assumiu um único erro na sua legislatura FOTO: d.r.

'Se há um erro que é possível identificar ao longo destes anos é que talvez deveríamos ter investido mais em cultura, tal como fizemos na ciência', afirmou o Chefe de Governo, à saída do debate parlamentar no qual foi chumbada uma moção de censura apresentada pelo CDS-PP.

Sócrates destacou que o investimento na ciência 'representa um por cento da riqueza nacional' e que 'os indicadores da ciência melhoraram ao nível das publicações, dos doutoramentos, dos apoios aos cientistas e em relação à presença de cientistas em laboratórios do Estado'. Caso seja Governo, o primeiro-ministro prometeu 'ter uma atenção redobrada à área da cultura e aumentar a oferta cultural no nosso país'.

Ao longo de todo o debate, a Oposição interpelou várias vezes Sócrates se assumia algum erro ao longo da sua legislatura. Já fora do hemiciclo, o Chefe de Governo afirmou que 'toda a gente erra quando governa' e admitiu que 'se pudesse voltar atrás em relação a algumas coisas, faria de forma diferente'.

Mesmo assim, Sócrates faz um balanço positivo da sua Governação, considerando que 'no essencial respondeu aos problemas do país'. 'Tudo aquilo que fizemos foi para servir corajosamente e de forma patriótica o país: pôr as contas públicas em ordem, reformas na educação, nas tecnologias e na energia, entre outras', disse.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)