Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Sócrates lamenta “oportunismo”

O secretário-geral do PS, José Sócrates, lamentou este domingo em Coimbra o “oportunismo político” dos partidos da oposição nas reacções à manifestação que ontem juntou dezenas de milhares de professores em Lisboa, em protesto contra o modelo de avaliação.
9 de Novembro de 2008 às 15:08
Sócrates reiterou que processo de avaliação é para avançar
Sócrates reiterou que processo de avaliação é para avançar FOTO: Sérgio Lemos

Na sua intervenção no XIII Congresso Distrital do PS de Coimbra, Sócrates considerou “lamentável o oportunismo dos partidos”, que “devem servir defender o interesse do geral do país e não para se colarem a reivindicações corporativas na esperança de ganhar uns míseros votos”.

“Os partidos de oposição sem tema e sem discurso andam à procura é de qualquer manifestação ou descontentamento para então poderem liderar. O que ficou visível foi que os partidos fizeram um lamentável aproveitamento político da manifestação”, afirmou o também primeiro-ministro.

“Já não esperava nada dos partidos à nossa esquerda, que têm a habitual estratégia de protesto, mas que o principal partido da oposição, que ainda há uns meses atrás aquando da outra manifestação dizia ao PS que se recuasse era uma vergonha, venha agora dizer que o Governo deve recuar”, criticou Sócrates, referindo-se à posição do PSD.

O primeiro-ministro enfatizou o discurso da ministra da Educação, reiterando que “a avaliação de professores é essencial para que (se possa) garantir um sistema justo e também uma escola pública de qualidade que se orgulhe dos seus professores”.

Sublinhando que se trata de um “acto de justiça e reconhecimento”, Sócrates sustentou que “todos compreendem que o pior que existia em Portugal era o sistema que se baseava apenas na promoção automática”.

“O que eu pergunto é se será pedir demais aos sindicatos que cumpram este acordo, que honrem a palavra que deram, a assinatura que puseram neste memorando”, questionou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)