Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

SÓCRATES PEDE MAIORIA

O secretário-geral do PS, José Sócrates, pediu aos portugueses que, nas legislativas antecipadas do próximo ano, dêem maioria ao partido, para que este possa desenvolver sem interrupções o projecto governativo que tem para País.
4 de Dezembro de 2004 às 13:37
Era o pedido que faltava e que os analistas anteciparam nos últimos dias, referindo que nunca o PS esteve em tão boas condições para disputar umas eleições legislativas. "Queremos fazer uma mudança política em Portugal, que passa por um novo projecto político que o PS vai apresentar nas próximas eleições (...) e pedir aos portugueses que nos dêem condições para governar e que participem na construção de uma maioria", declarou José Sócrates, ontem à noite, num jantar promovido em Torres Vedras pela Federação regional do PS da Área Oeste de Lisboa.
Sócrates sublinhou que não pede a maioria para se amarrar ao poder, mas para que o PS possa desenvolver na totalidade o projecto que tem para o País. Um projecto de futuro, parece ser o lema do partido, apostando na mudança sem a declarar frontalmente e indicando intenções a longo prazo, como quem sublinha que não está simplesmente a aproveitar a oportunidade proporcionada pela decisão do Presidente da República de dissolver uma Assembleia da República com maioria governamental (PSD/CDS-PP).
Num discurso nitidamente de campanha, Sócrates responsabilizou pessoalmente Santana Lopes pela situação de crise, referindo que o seu governo tudo teve e tudo falhou. O líder socialista destacou nop que considerou ser a "má governação da actual maioria" o aumento do desemprego (mais 150 mil desempregados em 2 anos e meio) e o falhanço na "obsessão" pela contenção do défice público.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)