Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Soldado da Gendarmería Pontifícia suicida-se

Alessandro Benedetti, que integrava o corpo desta força de segurança na cidade do Vaticano, suicidou-se esta segunda-feira no quartel que servia de residência, disparando um tiro na cabeça, de acordo com o porta-voz da Santa Sede, Federico Lombardi.
3 de Setembro de 2007 às 13:56
Elento da Gendarmeria Pontifica suicida-se
Elento da Gendarmeria Pontifica suicida-se FOTO: d.r.
Evitando o uso da palavra “suicídio”, o jesuíta Lombardi revelou que o jovem deixou um papel escrito, onde justificava o seu acto devido a questões sentimentais. Segundo o porta-voz, o jovem ainda estava com vida quando o encontrou na casa de banho, tendo sido imediatamente transportado para o Hospital Espírito Santo de Roma, acabando por falecer.
Lomabardi garantiu que o jovem aluno da Gendarmería Pontifícia não apresentou durante este tempo qualquer sinal de preocupação ou de possíveis problemas do foro pessoal. Este caso de morte advém de um outro ocorrido em 1998 quando um guarda suíço assassinou o seu comandante e a esposa deste, acabando por se suicidar.
Recorde-se que além da conhecida Guarda Suíça, o Vaticano também conta com a Gendarmería, formada por 150 homens encarregues da segurança daquele pequeno Estado e do próprio Papa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)