Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Sucessor de Scolari analisado para a semana

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madaíl, revelou esta sexta-feira que estava a par da saída de Luiz Felipe Scolari do comando da selecção portuguesa ainda antes do início do Campeonato Europeu de Futebol, afirmando que na origem da decisão do técnico brasileiro esteve a sua vontade em se mudar e assumir as rédeas de um clube.

20 de Junho de 2008 às 11:28
Madaíl considerou que o anúncio do Chelsea "não foi oportuno"
Madaíl considerou que o anúncio do Chelsea 'não foi oportuno' FOTO: D.R.

Pronunciando-se pela primeira vez sobre a saída do técnico brasileiro, Madaíl disse ter sido apenas apanhado de surpresa pelo anúncio do Chelsea, que “não foi oportuno, mas não podíamos fazer nada”, ressalvando que a Federação e Scolari não tiveram nada a ver com o sucedido.

O responsável da FPF, que falava em conferência de imprensa, em Neuchatel, frisou que “a vida é feita de ciclos” e que o “ciclo de Scolari já estava esgotado” ainda antes do Euro’2008, pois o treinador brasileiro já havia manifestado o seu desejo de assumir o comando de um clube.

Gilberto Madaíl anunciou ainda que a Federação vai reunir-se para a semana para analisar os nomes que poderão suceder a Scolari. “Vamos apresentar alternativas em reunião de direcção da próxima semana.  É fundamental que quem venha saiba falar português, mas não é necessário  ser português, nem ter ascendência portuguesa', sublinhou o presidente da FPF. 

 

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)