Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Suécia desiste de investigação a Assange por alegada violação

Os procuradores suecos abandonaram a investigação ao fundador da WikiLeaks.
SÁBADO 19 de Novembro de 2019 às 13:26
A justiça sueca decidiu esta terça-feira desistir da investigação a Julian Assange por uma alegada violação, avança a Associated Press. "Estou a dar esta conferência de imprensa para vos informar que vou desistir da investigação preliminar" ao fundador da WikiLeaks, disse a procuradora Eva-Marie Persson. 

Em maio deste ano, a justiça da Suécia anunciou a reabertura da investigação preliminar sobre a alegada violação de que Assange era acusado.

A investigação ao fundador da WikiLeaks remonta a 2010 mas havia sido suspensa em 2017. Foi reaberta após a saída de Julian Assange da embaixada do Equador em Londres, a 11 de abril de 2019. 

Sobre a reabertura do caso, em maio, a WikiLeaks assegurou que a investigação iria permitir a Assange "limpar o seu nome". 
Julian Assange Suécia Associated Press
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)