Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Supremo nega pressões

O Supremo Tribunal Penal iraquiano confirmou este domingo a demissão do juíz Rizgar Mohammed Amin, de 48 anos e desmentiu as alegadas "pressões do governo" para acelerar o processo do julgamento do antigo ditador Saddam Hussein.
15 de Janeiro de 2006 às 17:25
De acordo com o comunicado emitido este sábado, foram razões pessoais que o levaram à demissão ao contrário do que havia sido noticiado de que o o juiz estaria a ser criticado pela forma demasiado branda na actuação do processo.
Recorde-se que o julgamento de Saddam Hussein e mais sete colaboradores, acusados de crimes contra a humanidade, está em curso desde 19 de Outubro do ano passado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)