Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Surto de Ébola propaga-se à Libéria

A organização Médicos Sem Fronteiras considera este surto de vírus Ébola, que já matou pelo menos 78 pessoas na Guiné-Conacri, "uma epidemia sem precedentes".
31 de Março de 2014 às 20:19

"Estamos perante uma epidemia de magnitude nunca vista, em termos de distribuição de casos no país", afirma, em comunicado, Mariano Lugli, coordenador dos Médicos Sem Fronteiras (MSF) na Guiné-Conacri, enumerando as zonas onde o vírus já foi sinalizado: Gueckedou, Macenta, Kissidougou, Nzerekore e Conacri.

"Esta propagação geográfica é preocupante, porque vai complicar significativamente as tarefas das organizações que trabalham para controlar a epidemia", antecipa, no dia em que dois casos de Ébola foram confirmados na Libéria, país vizinho da Guiné-Conacri. Os MSF contam mobilizar, até ao final da semana, 60 peritos internacionais (médicos, enfermeiros, epidemiologistas, higienistas e antropólogos) com experiência em febres hemorrágicas.

O Ébola, nome do rio na República Democrática do Congo, onde o vírus foi detetado pela primeira vez, em 1976, ainda aquele país se chamava Zaire- transmite-se por contacto direto com o sangue, fluidos corporais e tecidos de sujeitos infetados, provocando febres hemorrágicas que podem ser fatais.

Após um período de incubação de entre dois e 21 dias, os infetados sofrem um brusco aumento da temperatura, acompanhado por fadiga intensa, dores musculares, dores de cabeça e dores de garganta. Seguem-se vómitos, diarreias, erupções cutâneas, desidratação, insuficiência renal e hepática e hemorragias internas e externas.

Não existe tratamento nem vacina, cenário que faz do Ébola um dos mais mortais e contagiosos vírus para os seres humanos.

Desde 1976, o Ébola causou a morte de pelo menos 1.200 pessoas, dos 1.850 casos detetados. Os surtos mais fortes registaram-se na República Democrática do Congo, em 1976 (318 casos), 1995 (315 casos) e 2007 (264 casos), no Sudão, em 1976 (284), e no Uganda, em 2000 (425 casos).

Médicos Sem Fronteiras Guiné-Conacri Ébola epidemia surto Libéria
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)