Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Tailândia: Mais de 6.000 soldados e polícias na capital para evitar protestos

8 de Junho de 2014 às 06:20

Mais de 6.000 soldados e polícias foram destacados hoje para Banguecoque para evitar manifestações da oposição contra a junta militar que anunciou "graves consequências" contra quem não cooperar com o regime.

A maioria dos efetivos encontra-se no centro comercial da capital, junto ao Monumento da Vitória e do aeroporto internacional, de acordo com o jornal Bangkok Post, dando conta de que não há, até ao momento, qualquer sinal de manifestantes.

O vice-porta-voz do Conselho Nacional para a Paz e Ordem -- designação oficial da junta --, Winthai Suvareee, advertiu, este sábado, que qualquer movimento contra a junta é "ilegal", alertando para "graves consequências" para aqueles que realizem protestos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)