Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Nem casa Civil nem Militar relataram operação de descoberta de armas em Tancos a Marcelo

Presidente da República nega ter recebido o Diretor da Polícia Judiciária Militar ou qualquer elemento dessa instituição.
Lusa 5 de Novembro de 2018 às 17:39
Tancos, Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Tancos, Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Tancos, Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República assegurou esta segunda-feira que ninguém da Casa Civil ou Militar lhe "falou ou escreveu" sobre a operação da descoberta das armas de Tancos "antes dela ter ocorrido", nem existe nestas estruturas qualquer documento relativo à mesma.

"Nenhum membro da Casa Civil ou da Casa Militar falou ou escreveu ao Presidente da República sobre a operação da descoberta das armas de Tancos, antes de ela ter ocorrido. Nem tão pouco falou ou escreveu sobre a operação, depois de vinda a público, nomeadamente como sendo ou podendo vir a ser ilegal ou criminosa, incluindo quaisquer memorandos ou referências a reuniões com eles relacionados", afirmou hoje Marcelo Rebelo de Sousa, numa nota publicada na página da Presidência da República na Internet.

Na nota, que se destina a esclarecer "matéria objeto do programa da RTP 'Sexta às 9', do passado dia 02 de novembro", o chefe de Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas assegura ainda que "não existe na Casa Civil ou na Casa Militar da Presidência da República qualquer documento relativo a operação de recuperação das armas de Tancos, antes ou depois de ter ocorrido, incluindo quaisquer memorandos ou referências a reuniões com eles relacionados".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)