Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

TdC aponta gastos ilegais de 3,8 ME em três empreitadas da Câmara de Lisboa

Lusa 23 de Maio de 2019 às 18:30

A Câmara de Lisboa gastou ilegalmente cerca de 3,8 milhões de euros em três empreitadas, relacionadas com reparação de pavimentos e infraestruturas de saneamento, concluiu o Tribunal de Contas (TdC), mas a autarquia anunciou que vai recorrer da decisão.

Uma auditoria do TdC verificou a legalidade de três empreitadas lançadas em 2015 pela câmara municipal, relativas à reabilitação de "pavimentos e estruturas de drenagem na cidade" e reabilitação de "arruamentos e infraestruturas de saneamento" para as zonas sul e norte de Lisboa.

Segundo concluiu o relatório da auditoria, as adjudicações foram classificadas pelo município como "empreitadas de trabalhos diversos", apurando-se que "foram realizados trabalhos adicionais", qualificados em alguns casos como sendo "trabalhos a mais" e, noutros casos, como "trabalhos de suprimento de erros e omissões".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)