Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Transado reivindica salários em atraso

Os trabalhadores da Transado, empresa que assegura todas as ligações fluviais entre Setúbal e Tróia, entrou esta sexta-feira, à meia-noite, em greve por tempo indeterminado, reivindicando o pagamento de salários em atraso. Fonte da empresa afirma que a adesão à greve encontra-se “muito próxima dos 100%”.
1 de Dezembro de 2006 às 13:56
A Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) garante, no entanto, que já pagou tudo o que tinha a pagar, não reconhecendo a dívida reclamada pela Transado.
O presidente da administração portuária, Carlos Lopes, garantiu que o transporte alternativo está a ser efectuado por vários autocarros que asseguram as ligações entre as duas margens do Sado, desde as 06h00 da manhã, com partidas a cada 90 minutos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)