Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Transportes Sul do Tejo obrigados a pagar descansos compensatórios a trabalhadores

Apesar da decisão favorável aos trabalhadores, o Sindicato está disponível para negociar com a empresa e chegar a um entendimento para o pagamento.
16 de Maio de 2014 às 19:48

O Tribunal do Trabalho de Almada condenou esta sexta-feira a empresa Transportes Sul do Tejo (TST) ao pagamento dos descansos compensatórios aos trabalhadores, disse à Lusa fonte sindical, explicando que a média é de cerca de 4.500 euros por trabalhador.

 

Manuel Oliveira, do Sindicato Nacional dos Motoristas, explicou que o organismo avançou para tribunal com uma ação para o pagamento dos descansos compensatórios na empresa, que opera um serviço rodoviário na região de Setúbal, e que a decisão foi favorável.

 

“O tribunal decidiu hoje que a empresa tem que pagar aos trabalhadores e estamos a falar numa média de cerca de 4.500 euros por trabalhador. Como a empresa tem cerca de 1.100 motoristas, a verba pode chegar aos 4,5 milhões de euros", afirmou. Contudo, a decisão aplica-se apenas aos associados deste sindicato.

 

Fonte oficial da empresa TST disse à Lusa que a decisão do tribunal vai agora ser analisada e que é "prematuro estar a tecer mais comentários".

TST pagamento Tribunal do Trabalho de Almada Sindicato descansos compensatórios
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)