Três ex-SCUT já renderam 224 milhões

Portagens nas 3 ex-Scut a Norte introduzidas em 2010.
12.10.13
  • partilhe
  • 0
  • +

As três ex-Scut do Norte, portajadas desde outubro de 2010, já renderam à Estradas de Portugal (EP) 224 milhões de euros em portagens. Contudo, o tráfego diário nessas três antigas Scut (autoestrada sem custos para o utilizador) caiu para praticamente metade.

A Costa da Prata (A29), em Aveiro, lidera as receitas geradas, com 87,3 milhões de euros em portagens cobradas entre 15 de outubro de 2010 e agosto deste ano. A concessão Norte Litoral (A28) rendeu cerca de 72 milhões, enquanto a Grande Porto (A41) somou 64,8 milhões. Em praticamente três anos de cobrança – foram as primeiras ex-Scut a serem portajadas – a EP encaixou 224,1 milhões.

O tráfego nas três vias caiu para metade, com uma média diária de 20 mil veículos. As restantes quatro ex-Scut do País (A22, A23, A24 e A25) – com portagens desde o final de 2011 – renderam 182 milhões de euros.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!