Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Prisão preventiva para ex-ministro das Finanças de São Tomé

Américo Ramos conheceu medidas de coações após audiência no tribunal de primeira instância.
Lusa 4 de Abril de 2019 às 18:55
Prisão
Prisão FOTO: Getty Images

O ex-ministro das Finanças de São Tomé e Príncipe Américo Ramos ficou esta quinta-feira em prisão preventiva, após audiência no tribunal de primeira instância, na sequência da sua detenção pela Polícia Judiciária (PJ), disse à Lusa fonte judicial.

Américo Ramos, ministro das Finanças do anterior Governo são-tomense, liderado por Patrice Trovoada (partido Ação Democrática Independente, atualmente na oposição), e atual assessor do Presidente da República, Evaristo Carvalho, foi detido na quarta-feira pela PJ.

Na sessão em tribunal, o Ministério Público (MP) "defendeu, junto do juiz, que os atos praticados [a detenção de Américo Ramos] não foram pedidos" por este órgão, pelo que "não são válidos", disse à Lusa fonte do MP.

"O MP tem o processo-crime a decorrer, mas não delegou o processo em nenhum órgão da polícia criminal", indicou a mesma fonte.

Segundo Celisa Deus Lima, advogada do ex-governante, Américo Ramos foi detido na quarta-feira, ao final do dia, nas imediações da sua casa.

"Esta atuação da Polícia Judiciária é manifestamente ilegal, inconstitucional e atentatória dos direitos, liberdades e garantias do meu constituinte", afirmou esta quinta-feira a advogada, em declarações à Lusa, garantindo: "Vamos reagir veementemente".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)