Livro reúne textos de Pessoa sobre fascismo

Obra é organizada pelo investigador e historiador José Barreto.
Por Lusa|18.02.15
  • partilhe
  • 0
  • +
Livro reúne textos de Pessoa sobre fascismo
Fernando Pessoa Foto Direitos Reservados

O livro 'Fernando Pessoa - Sobre o Fascismo, a Ditadura Militar e Salazar', organizado pelo investigador e historiador José Barreto, com textos inéditos do poeta, como 'Fado da censura', é apresentado quinta-feira, na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa.

A obra, como afirma o investigador, na introdução, reúne "todos os escritos de Fernando Pessoa [sobre fascismo, a ditadura e Salazar] que foi possível recensear, entre os ainda numerosos inéditos do espólio do escritor e a obra publicada em vida ou postumamente", salvaguardando que não pode garantir a existência de outros textos, que se encontrem no espólio da Biblioteca Nacional, "ou fora dele".

Apesar de conhecidos alguns textos que Fernando Pessoa (1888-1935) publicou ainda em vida, autógrafos ou sob pseudónimo, como a entrevista forjada a um suposto antifascista italiano, saída no diário Sol, em novembro de 1926, "alguns textos [reunidos nesta obra] dificilmente teriam encontrado em Portugal, no período em que foram escritos, quem se prontificasse ou arriscasse a publicá-los", daí terem permanecido inéditos, afirma Barreto.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De opato18.02.15
    Infelizmente Pessoa nao viveu tempo suficiente para julgar Salazar. Que se de mal e casmurrice teve, noutras coisas podia ensinar muito aos tempos em que vivemos.“No dia em que eu abandonar o poder, quem voltar os meus bolsos do avesso só encontrará pó.”?Salazar<br/>
1 Comentário
  • De opato18.02.15
    Infelizmente Pessoa nao viveu tempo suficiente para julgar Salazar. Que se de mal e casmurrice teve, noutras coisas podia ensinar muito aos tempos em que vivemos.“No dia em que eu abandonar o poder, quem voltar os meus bolsos do avesso só encontrará pó.”?Salazar
    Responder
     
     0
    !