Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Turismo de Macau distancia-se de Hong Kong junto da indústria de viagens

Lusa 8 de Outubro de 2019 às 08:26

Macau tem procurado convencer a indústria de viagens de que os protestos em Hong Kong não estão a afetar o território, encorajando pacotes turísticos que excluem a ex-colónia britânica, indicaram à Lusa os serviços de turismo.

Numa altura em que Hong Kong assinala quatro meses de protestos marcados pela violência nas ruas, os Serviços de Turismo do ex-território administrado por Portugal têm encorajado agências de viagens no sudeste asiático a lançar pacotes que incluam Macau e mais duas, três ou até quatro cidades chinesas da província de Guangdong.

A estratégia foi apontada numa resposta à Lusa pela própria Direção dos Serviços de Turismo (DST), no mesmo dia em que é conhecido o número de entradas no território durante a "semana dourada" (feriados relativos à implantação da República Popular da China).

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)