Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

UE determinada a lutar contra o Estado Islâmico depois da decapitação de um refém

Lusa 17 de Novembro de 2014 às 09:01

A União Europeia afirmou-se hoje determinada a lutar contra o grupo extremista do Estado Islâmico, depois da decapitação de mais um refém norte-americano.

"A morte brutal do trabalhador humanitário americano Peter Kassig e dos soldados sírios ilustra a determinação do Estado Islâmico/Daech para prosseguir com o seu plano de terror", afirmou em comunicado a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

"Todos os autores de violações dos direitos do Homem devem ser responsabilizados. A União Europeia não poupará esforços para atingir esse objetivo", disse.