Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

UGT é "liminarmente contra" corte nas pensões

Carlos Silva sublinha a necessidade de fontes de encontrar fontes de financiamento alternativas.
31 de Maio de 2015 às 18:17
Carlos Silva, líder da União Geral de Trabalhadores
Carlos Silva, líder da União Geral de Trabalhadores FOTO: Fernando Veludo/Lusa

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, afirmou este domingo que aquela central sindical é "liminarmente contra" o corte nas pensões, sublinhando a necessidade de encontrar fontes de financiamento alternativas para assegurar a sustentabilidade da Segurança Social.

"Aí [nas pensões] não se mexe", referiu Carlos Silva, que falava à Lusa em Esposende, no final de um encontro nacional de jovens, organizado pela Comissão de Juventude da UGT, em parceria com o Centro de Formação Sindical e Aperfeiçoamento Profissional.

O dirigente sindical vincou que o dinheiro da Segurança Social "não é dos governos, mas sim dos trabalhadores", para acrescentar que os executivos não podem socorrer-se "a todo o momento" daquele cofre para acudir a momentos de emergência nacional.

UGT Carlos Silva Segurança Social liminarmente contra corte pensões
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)