Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Ulrich diz que Deutsche Bank não é comparável ao caso Lehman Brothers

Lusa 3 de Outubro de 2016 às 19:59

O presidente do Banco BPI, Fernando Ulrich, minimizou hoje o impacto que a situação que vive o Deutsche Bank pode ter sobre a banca portuguesa, afastando esta crise do colapso do Lehman Brothers em 2008.

"Há uns meses o Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que o Deutsche Bank era o banco que tinha potencialmente mais risco sistémico a nível internacional. Se o FMI disse isso, claro que é uma preocupação. Mas, diretamente para o BPI, não é uma preocupação, temos pouca exposição", afirmou aos jornalistas à margem de um evento em Lisboa.

"Claro que é preocupante que o maior banco da principal potência europeia esteja, pelo menos, sob os holofotes. Eu não conheço a situação em detalhe do Deutsche Bank, pelo que seria incorreto e desagradável estar a fazer comentários específicos sobre o Deutsche Bank mas, obviamente é um grande banco e um dos maiores bancos de investimento do mundo e o maior da Alemanha, pelo que é uma situação importante e deve ser seguida com cuidado", sublinhou.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)