Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Ulrich diz que PR foi "prudente" ao vetar fim do sigilo bancário

Lusa 3 de Outubro de 2016 às 20:36

O presidente do Banco BPI, Fernando Ulrich, considerou hoje que o Presidente da República foi "prudente" ao vetar o diploma do Governo relativo ao fim do sigilo bancário, apontando para a "instabilidade" que se vive nos mercados.

"Não vou falar sobre política. Eu percebo que, num momento em que há muita volatilidade e instabilidade nos mercados, e em que há muitas situações por consolidar, seja prudente. Foi dessa forma que eu entendi a posição do senhor Presidente da República", afirmou aos jornalistas o gestor, à margem de um evento em Lisboa.

"Há muitos anos que digo que acho que não é indispensável e até que não devia haver sigilo bancário para efeitos fiscais. Mas não é com o limite dos 50 mil euros ou não, porque há também muita fraude fiscal em níveis de rendimentos mais baixos", sublinhou.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)