Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

UNESCO alerta para 58 milhões de crianças até aos 11 anos sem escolaridade

Ipossível alcançar a meta de uma educação primária universal até 2015.
26 de Junho de 2014 às 12:48

A UNESCO alertou hoje para a existência de 58 milhões de crianças entre os seis e os onze anos sem escolaridade, o que torna impossível alcançar a meta de uma educação primária universal até 2015.

O número deve-se em grande parte ao elevado crescimento demográfico na África Subsaariana, onde existem atualmente 30 milhões de crianças sem escolaridade, indica um relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) divulgado hoje em Paris.

Segundo a UNESCO, se se mantiver a atual tendência, cerca de 43 por cento dos menores sem escolaridade em todo o mundo - 15 milhões de raparigas e 10 milhões de rapazes - numa pisarão uma sala de aulas.

O documento refere, por outro lado, que 17 países reduziram em 86 por cento o número de crianças sem escolaridade em pouco mais de uma década, como o Burundi, Marrocos, Nepal, Nicarágua e Vietname.

"É possível conseguir mudanças positivas" com medidas como a abolição de propinas, a adequação do currículo, o apoio financeiro às famílias necessitadas, assinala o estudo.

UNESCO escolaridade crianças educação primária
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)