Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

UNICEF: Recessão arrasta 2,6 milhões de crianças para a pobreza em países ricos

Lusa 28 de Outubro de 2014 às 21:36

A recessão arrastou, desde 2008, 2,6 milhões de crianças para abaixo do limiar de pobreza nos países mais ricos do mundo, aumentando para 76,5 milhões as crianças pobres no mundo desenvolvido, segundo um relatório da UNICEF.

Apresentado hoje em Roma, o documento do Centro de Investigação Innocenti da UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância), intitulado "Crianças da Recessão: o impacto da crise económica no bem-estar das crianças nos países ricos", aponta as políticas de proteção social sólidas como "um fator decisivo na prevenção da pobreza".

Dados oficiais foram utilizados para alinhar 41 países da União Europeia e da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento da Europa) em tabelas classificativas, em função do aumento ou da diminuição dos respetivos níveis de pobreza infantil desde 2008, de acordo com diversos parâmetros analisados, indica o Comité Português para a UNICEF, em comunicado enviado à agência Lusa.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)