Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Brasil recebeu 587 imigrantes e refugiados venezuelanos desde sexta-feira

Cerca de 3,4 milhões de pessoas já deixaram a Venezuela desde o início da atual crise política e económica.
Lusa 25 de Fevereiro de 2019 às 19:24
Crise na Venezuela
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Crise na Venezuela
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Crise na Venezuela
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil
Manifestantes venezuelanos em confrontos com membros do Exército junto à fronteira com o Brasil

Pelo menos 587 venezuelanos entraram no Brasil pedindo visto de residência temporária ou como refugiados desde que o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, determinou o fecho da fronteira com aquele país, na sexta-feira, informou esta segunda-feira o Exército brasileiro.

Os dados foram obtidos na triagem que o Exército em Pacaraina, cidade fronteiriça onde funcionam os primeiros postos da Operação Acolhida, criada pelo Governo brasileiro para receber imigrantes e refugiados venezuelanos que fogem da crise humanitária na Venezuela.

Cerca de 3,4 milhões de pessoas já deixaram a Venezuela desde o início da atual crise política e económica e, só em 2018, 5.000 venezuelanos saíram todos os dias do país, segundo informações divulgadas pelas Nações Unidas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)