Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Venezuela: Momento decisivo para o futuro do 'chavismo' no país

Lusa 29 de Julho de 2017 às 10:05

A viver numa crescente onda de protestos nos últimos três meses, a Venezuela enfrenta um momento decisivo no domingo, com a votação para eleger uma nova Assembleia Nacional Constituinte, medida do presidente Maduro que a oposição considera "ilegal".

A controversa Assembleia Nacional Constituinte foi convocada a 01 de maio pelo Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, com vista a acalmar a crise política que se vive no país. O regime - com a popularidade em queda devido à grave crise económica (causada pela queda dos preços do petróleo) - está em minoria no Parlamento, o que levou os deputados da oposição a exigir que Maduro renuncie.

A 01 de maio, Maduro convocou uma votação para 30 de julho, na qual seriam eleitos os deputados que vão redigir uma nova Constituição. Na altura, o Presidente disse que não queria uma Assembleia "dos partidos da elite", mas sim "uma Constituinte da cidadania, operária, comunitária, camponesa", uma última possibilidade de promover o diálogo e atingir a paz no país.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)