Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Venezuela questiona legalidade do relatório da OEA sobre crimes contra a humanidade no país

Lusa 31 de Maio de 2018 às 18:11

A Venezuela questionou hoje a legalidade do relatório que a Organização de Estados Americanos (OEA) enviará para o Tribunal Penal Internacional (TPI), segundo o qual foram encontrados "fundamentos suficientes" de que foram cometidos crimes contra a humanidade no país.

"A Venezuela expressa uma categórica e profunda condenação à apresentação de um alegado relatório do secretário-geral e de um alegado painel de especialistas internacionais independentes sobre possíveis crimes contra a humanidade na Venezuela", explica um comunicado do ministério venezuelano de Relações Exteriores.

No documento, divulgado em Caracas, a Venezuela refere que o relatório "é o resultado de um procedimento ilegal, violador de todas as normas e princípios do direito internacional, da normativa interna da Organização (OEA) e que carece do mandado de alguns dos seus órgãos políticos".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)