Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Vereadora da CML constituída arguida

Pelo menos dois responsáveis da Câmara Municipal de Lisboa foram constituídos arguidos na sequência da megaoperação realizada terça-feira pela Polícia Judiciária nas instalações da autarquia, em residências de vereadores e instalações de empresas.
24 de Janeiro de 2007 às 08:14
As edições desta quarta-feira dos jornais “Diário Económico” e “Jornal de Notícias” revelam que a vereadora responsável pelo Urbanismo, Gabriela Seara, foi constituída arguida no âmbito das buscas relacionadas com permutas de terrenos entre a autarquia e a empresa Bragaparques.
De acordo com informação avançada pelo ‘Jornal de Notícias’, o outro responsável autárquico constituído arguido no âmbito do mesmo processo foi o director municipal dos Serviços Centrais, Remédio Pires.
As buscas ontem realizadas, conduzidas pela Direcção Central de Investigação da Corrupção e Criminalidade Económica ou Financeira (DCICEF), incidiram sobretudo nos gabinetes do presidente da CML, Carmona Rodrigues, do vice-presidente, Fontão de Carvalho, e da vereadora do Urbanismo, Gabriela Seara.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)