Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Vida, morte e palavra nas três novas exposições do Museu de Arte e Arquitetura

Lusa 8 de Novembro de 2016 às 14:37

A vida, a morte e a palavra estão no centro das três novas exposições que o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT), em Lisboa, é inaugurada hoje, com obras de Eduardo Batarda, Joaquim Sapinho, Apichatpong Weerasethakul e Rui Calçada Bastos.

São as três últimas exposições que o MAAT vai apresentar este ano, na Central Tejo, desde a inauguração da primeira fase do novo edifício, a 05 de outubro último, que atraiu no primeiro mês um total de 125 mil visitantes a todo o complexo museológico, situado em Belém.

As exposições reúnem todas novos trabalhos destes artistas, e a instalação conjunta do realizador português Joaquim Sapinho com o tailandês Apichatpong Weerasethakul - "Liquid Skin" -, criada especialmente para ser exibida na zona das caldeiras da Central Tejo.