Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
1

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito

Adega de Vidigueira lança Vinho de Talha branco 2018.
5 de Abril de 2019 às 11:53
Repetindo um êxito que começou em 2017, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito continua com a produção do Vinho de Talha feita exclusivamente a partir de uvas brancas provenientes de vinhas com mais de 100 anos. Como é apanágio nesta técnica milenar, foi também utilizado, em 2018, o processo de vinificação deixado pelos romanos, muito popular nesta região do Alentejo.

Apresentado em modo soft launch no decorrer da BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, no passado mês de março, a nova referência chama-se Vidigueira – Vinho de Talha DOC Alentejo 2018. E vai estar em degustação, juntamente com outras referências da Adega, no evento "Vinhos do Alentejo em Lisboa", que tem lugar no CCB – Centro Cultural de Belém e que arranca esta sexta-feira e se estende a sábado (5 e 6 de abril), com organização da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).

O Vidigueira – Vinho de Talha DOC Alentejo 2018 é produzido a partir de uvas de vinhas antiquíssimas, com produções muito reduzidas, mas cujos cachos têm uma refinada e invulgar qualidade.

O Eng.º Luis Morgado Leão, enólogo da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito explica que «as vinhas centenárias produzem cachos mais densos, concentrados e muito complexos em aromas e sabores. É por isso que os vinhos de talha obtidos a partir destas uvas são vinhos únicos, intensos e cheios de personalidade. Na nossa Casa das Talhas conseguimos produzir um vinho totalmente diferente daqueles que a Adega produz regularmente».

As uvas que deram origem a este Vinho de Talha são provenientes de apenas 6 hectares de vinhas, propriedade de associados da Adega que as disponibilizaram para este projeto inovador. Todos são unânimes em revelar o seu «elevado orgulho e expectativa» por verem o seu trabalho recompensado, uma vez que entregaram uvas das castas brancas tradicionais: Antão Vaz, Roupeiro, Manteúdo, Diagalves, Larião e Perrum, algumas delas quase em extinção.

Atualmente, a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito tem em marcha um novo projeto de Enoturismo, a Casa das Talhas, um novo espaço que irá nascer no terceiro trimestre deste ano para dignificar e valorizar as artes associadas à produção de Vinho de Talha, de origem milenar. Este novo projeto conta com o apoio do Turismo de Portugal.

Sobre a Adega Cooperativa de Vidigueira Cuba e Alvito

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito foi fundada em 1960 e iniciou a sua atividade em 1963, mas a sua cronologia vai muito para além dos seus quase 60 anos de existência.
As suas raízes entrelaçam-se com a história da própria vila, e com Vasco da Gama - o Conde de Vidigueira, a quem D. Jaime, Duque de Bragança cedeu a vila em 1519. Assim surgiram as primeiras ligações da Vidigueira com a família dos Gama.

Quase 60 anos depois de ser fundada, a Adega pretende cumprir a promessa de descoberta e afirmação da região da Vidigueira tão vincada pela cultura do vinho, numa viagem que aproxima a Adega e a sua vila a Vasco da Gama e a conquistas de outros tempos.

Como homenagem a Vasco da Gama, os vinhos da Adega de Vidigueira contam uma história dividida em sete atos, e mais alguns, que nos prometem fazer a viagem para novos territórios sensoriais.

Para mais informações, por favor contactar:

Departamento de Marketing e Comunicação
Daniela de Almeida I Tlm. (+351) 964 609 866 l E-mail: danielaalmeida@adegavidigueira.pt

Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)