Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
3

Aumente o valor do seu imóvel com reabilitação eficiente

Novas oportunidades para a crescente procura nas principais cidades como Lisboa e Porto.
19 de Abril de 2018 às 18:00
A recuperação do mercado imobiliário, abriu novas oportunidades para a crescente procura nas principais cidades como Lisboa e Porto. Não há construção com o mesmo ritmo desde há 10 anos, por isso, a reabilitação da habitação renasce como um investimento alternativo e para atender à procura atual.

A nova tendência no mercado de construção é criar ambientes energeticamente eficientes, que, por sua vez, permitem poupar no consumo e respeitar o meio ambiente. Como se consegue? Muitos proprietários, quando pretendem começar a remodelar a sua habitação ou reparar alguns danos, quase involuntariamente, estão a torná-las mais eficientes, uma vez que estas mudanças são para transformar a habitação num espaço mais confortável e sustentável.

O objetivo não é ficar quente no inverno e obter ambientes mais frios no verão. Para isso, uma das máximas é ter um bom isolamento de alumínio para portas e janelas que permitam manter a temperatura interior, sem a necessidade de aumentar o consumo de energia nos meses mais frios, mas também obtendo uma boa ventilação no verão. Com este simples gesto, as melhorias são muito significativas, já que não apenas se torna numa habitação mais acolhedora, mas o consumo de energia é reduzido consideravelmente, o que significa uma economia na conta no final do mês. Um investimento que é amortizado em um tempo muito curto.

Aposta sustentável

Também é importante considerar a inclusão de um bom isolamento térmico na fachada, para cobrir "furos" de modo que o ar não saia e para ter um ponto térmico adequado, o que contribui para manter a temperatura interior sem consumir energia. Outro fator é apostar em espaços mais abertos, para um melhor aproveitamento da luz natural e assim diminuir consideravelmente a emissão de gases poluentes, preservando o meio ambiente no uso de materiais biodegradáveis.

Outro fator a avaliar é a instalação de painéis fotovoltaicos e substituição de eletrodomésticos que têm etiqueta de classificação A. Práticas que nos permitem transformar a nossa habitação numa habitação mais eficiente energeticamente.

Com isso, antecipamos um pouco o tempo, pois a União Europeia propôs, como regulamento, que os novos edifícios sejam de consumo zero. Assim, a Diretiva Europeia 2010/31 / UE prevê que, a partir de 1 de janeiro de 2019, a habitação para fins sociais é a plena conformidade no território da comunidade; enquanto em 2021 será obrigatório em todas as novas construções. Por isso, neste período de transição todas as habitações devem adaptar-se aos novos parâmetros eco sustentáveis que, além disso, também trazem benefícios importantes para a saúde.

Com tudo isso, o valor da habitação pode subir até 20% e para que a operação seja rentável é importante que o investimento económico na reabilitação não exceda 10% do preço de mercado da propriedade. Para muitos edifícios antigos, isso também significa a sua sobrevivência e conservação.

Empresas como a MK Premium trabalham desde 2012 na aquisição de edifícios únicos que passam por um projeto de recuperação personalizado. Cientes do valor de muitas destas propriedades, oferecem avaliação máxima e uma transação rápida e discreta no processo de compra.

Tem um edifício em Lisboa e / ou Porto? MK Prêmio seleciona os melhores ativos. Se tem um edifício para venda, solicite informações para o número de telefone 211 216 177 ou visite o site www.mkpremium.com.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)