Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
6

Gilda Nunes Barata comemora 20 anos de escrita

A obra "As Catedrais Nascem no Mar" celebra 2 décadas de intensa atividade literária
6 de Fevereiro de 2021 às 15:43
A obra "As Catedrais Nascem no Mar" celebra 20 anos de intensa atividade literária da escritora Gilda Nunes Barata com uma coletânea de poemas inéditos, prefaciada pelo Professor Eduardo Lourenço e editada pela Livraria Lello.
 
A sua apresentação, em 20 de Novembro último, decorreu num evento on line, através de uma conversa informal em torno do livro e do percurso de Gilda Nunes Barata e juntou a autora, a administradora da Livraria Lello – Aurora Pedro Pinto, João Soares, ao tempo do lançamento do primeiro livro da escritora no Palácio Galveias, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, e Pedro Baptista-Bastos.
 
Este novo livro "As Catedrais Nascem no Mar" é constituído por um conjunto de poemas inéditos, escritos ao longo dos últimos três anos, que celebram o percurso da autora numa voz que se ergue lírica e confessional. "Estamos perante uma liturgia da inocência e da complexidade que nasce da acessibilidade honesta a um inegável encanto" escreve no prefácio o Professor Eduardo Lourenço, acrescentando que "a autora deste livro eleva o seu discurso à altura de uma catedral".
 
Gilda Nunes Barata define esta coletânea bilingue – português e inglês – como "uma dádiva" passível de ser interpretada à luz das experiências de cada leitor. "Os leitores são pessoas com uma história própria que devem olhar o livro como uma imensidão de liberdade", destaca.
 
A obra é editada e já está disponível na Livraria Lello passados que são vinte anos sobre o primeiro livro da autora "Quando o Rio e a Maré Confluem" que foi prefaciado por Baptista-Bastos. Desde então, Gilda Nunes Barata não mais parou de escrever, ora poesia, ora prosa poética, teatro, ensaio," e, também, histórias infanto-juvenis, estando algumas destas obras traduzidas em inglês, francês e espanhol.
 
"Onde é que você estava no 25 de Abril?". "O que é a saudade, querido José Maria?", "Na terra das mil coisas", "Zangaram-se as cores do arco-iris", "Duas irmãs em Odrinhas",  "Rockinho - Por um Mundo Melhor", "Lisboa, Princesa do Tejo e do Mar", "Um Xaile com Notas a Chorar, "Amor e outras Pedras Preciosas", "Irmã, ouves o azul profundo do mar?", foram algumas das obras de maior sucesso.   . .
Ver comentários