Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
3

MK Premium aloca parte de seus lucros para ações humanitárias e preservação ambiental

A empresa de investimento de capital colabora com organizações internacionais e desenvolve políticas de sustentabilidade
12 de Abril de 2018 às 16:04
A MK Premium, gestora de ativos imobiliários, com presença em Portugal e Espanha, é também uma empresa comprometida e responsável, que contribui com parte dos seus resultados para acções de ajuda humanitária. Desde que começou em 2012, investiu parte de seus ativos em projetos de assistência social, especialmente em campanhas para crianças e ajuda a refugiados em conflitos armados.

Para Daniel Leiva, sócio fundador da MK Premium, "é um pequeno gesto que pode permitir que as crianças e os grupos mais vulneráveis tenham uma nova oportunidade. No que depender de nós, continuaremos a colaborar neste tipo de ação social. Mas também nos comprometemos a levar a cabo políticas ambientais para preservar o planeta. Esta é uma parte muito importante da filosofia da nossa empresa", reconhece.

Atualmente, a MK Premium colabora com as campanhas promovidas pelo Plan International no campo da educação, proteção e pobreza infantil, bem como com a Aldeias Infantis, organização que faz parte do conselho consultivo da ONU, além de ser membro da UNESCO. "As crianças são o nosso futuro e se não podemos garantir uma vida, elas serão esquecidas. Ter casa, comida e acesso à educação são três dos pilares que deveriam estar assegurados", acrescenta Daniel Leiva.

Finalmente, também colabora com a agência da ONU para refugiados (ACNUR-ACNUR), que é muito ativa como resultado de episódios recentes em países como a Síria, onde muitos cidadãos tentam escapar das sangrentas guerras que ocorrem nesta região. A MK Premium está aberta a novos projetos, tanto locais como internacionais, para continuar a desenvolver esforços para beneficiar classes com menos recursos.

"O Nosso objetivo é ampliar a concessão de ajuda, não apenas internacionalmente, mas também respondendo a necessidades mais próximas da nossa realidade. Existem muitas entidades que trabalham de forma altruísta para a integração e contra a exclusão social. Gostaríamos, não apenas de apoiar financeiramente organizações, mas até mesmo de participar ativamente em algumas delas ", reconhece Daniel Leiva.


Políticas Ambientais
A MK Premium não apenas investe em políticas de ajuda humanitária, mas também procura reduzir os efeitos drásticos sobre as mudanças climáticas. A empresa gere ativos imobiliários e reabilita-os para aumentar seu valor, enquanto, ao mesmo tempo, recupera o património arquitetónico dessas propriedades. Mas também para torná-los mais eficientes e contribuir para a redução do consumo de energia.

"Quando adquirimos um edifício, tratamos da sua segurança, mas também queremos preservar o seu legado arquitetónico. No nosso parque imobiliário, em que superámos as 190 aquisições, temos propriedades de grande valor histórico a que demos uma segunda oportunidade. Mas também criamos casas menos poluentes porque a degradação do planeta é um problema global. Há materiais mais sustentáveis e a tecnologia no setor da construção está a seguir nessa direção, para ser mais respeitosa com o meio ambiente ", conclui Daniel Leiva.


A MK Premium está comprometida em otimizar recursos para minimizar seu impacto ambiental. A chave está numa melhor distribuição dos espaços, favorecendo a iluminação natural e uma melhor ventilação, bem como um perfeito isolamento térmico, para ajudar a preservar a temperatura interior. Com isso, reduz o consumo de energia e emissão de gases poluentes, mas também cria ambientes que melhoram nosso estado de conforto e qualidade de vida.


O MK Premium selecciona os melhores activos, por isso, se tiver um edifício para venda em Lisboa e / ou no Porto, peça informações à MK Premium através do número de telefone 211 216 177 ou visite o website www.mkpremium.com.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)