Barra Cofina

Correio da Manhã

Comunicados de Imprensa
9

Museu do Pão lança prémio dedicado à temática do Pão

Galardão destina-se a divulgar a investigação científica em torno do pão e dos cereais panificáveis.
21 de Setembro de 2022 às 11:19
Como marco dos seus 20 anos de existência, o Museu do Pão lança a primeira edição do seu prémio anual, destinado a evidenciar e a divulgar a investigação científica em torno do pão e dos cereais panificáveis.

Inaugurado em setembro de 2002, o Museu do Pão é uma das maiores referências da museologia em Portugal e o maior complexo dedicado ao tema em todo o mundo. É um dos museus mais visitados em Portugal, com a particularidade de estar localizado em Seia, na Serra da Estrela, e acolhe, anualmente, milhares de pessoas que ali gostam de aprender sobre o mais universal dos alimentos, partilhar momentos e reviver memórias.

A celebrar 20 anos a 26 de setembro de 2022, o Museu do Pão lança nessa mesma data a primeira edição de um prémio que será atribuído trienalmente a três áreas disciplinares: Nutrição / Alimentação, Engenharia Alimentar e História e outras Ciências Sociais. Em 2022, o âmbito do prémio será a Nutrição / Alimentação e podem candidatar-se investigadores que sejam autores de dissertações validadas de mestrado ou de tese de doutoramento, apresentadas em instituições de ensino superior em Portugal e que se enquadrem na área temática anual do prémio. As condições de participação e o regulamento podem ser consultados em https://www.museudopao.pt/

As candidaturas devem ser submetidas até 18 de maio de 2023, Dia Internacional dos Museus, e serão depois analisadas por um júri de excelência que anunciará o vencedor no dia de aniversário do Museu do Pão, em 2023, numa cerimónia presencial.

O vencedor será reconhecido com a publicação em livro do seu trabalho, sob a chancela do Museu do Pão. O vencedor ganhará ainda uma estadia para duas pessoas, durante uma noite, no Hästens Sleep Spa – CBR Boutique Hotel, em Coimbra.
 
Painel de jurados

Os trabalhos submetidos a concurso serão avaliados por um júri constituído por seis elementos: Isabel Sousa, Professora Associada com Agregação em Ciência e Engenharia de Alimentos no Instituto Superior de Agronomia da Universidade de Lisboa; Isabel Dinis, Professora coordenadora na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Coimbra; Dulce Freire, Especialista na área dos cereais e Historiadora na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra; Joel Cleto, Arqueólogo, Historiador e Divulgador do Património; Tiago Quaresma, Administrador do Grupo o Valor do Tempo, detentor do Museu do Pão e Michael Fonseca, Panificador no Atelier do Museu do Pão.
Ver comentários